10 de dez de 2014

Ford convoca recall do Mustang EcoBoost

Ford convoca recall do Mustang EcoBoost

Os processos de recall têm sido cada vez mais comuns nos dias de hoje, tanto que eles já começam a se tornar frequentes inclusive dentro do mercado brasileiro, onde eles não eram tão comuns em outros tempos. E o mais recente exemplo de recall foi anunciado pela Ford, que convocou um processo destes para o esportivo Mustang EcoBoost, que deverá afetar nada menos do que 730 unidades do chamado Pony Car.

O problema



O Mustang 2015 foi lançado faz bem pouco tempo, e a Ford já teve problemas, sendo que a montadora estadunidense acabou de anunciar a convocação de um recall para o modelo. O problema, segundo informações da própria Ford, está em um de seus sensores de pressão localizados no motor, que pode levar ao vazamento de combustível, que pode, por sua vez, levar à ocorrência de incêndios.

Os modelos afetados

A Ford já informou que nada menos do que 730 unidades do Mustang 2015 foram afetadas pelo problema, sendo que elas foram fabricadas entre os dias 25 de setembro e 9 de outubro deste ano. Do total de 730 unidades do Mustang 2015, a Ford informou que 712 foram fabricadas nos Estados Unidos, ao passo que o restante foi fabricado no Canadá. A convocação foi feita para que os proprietários se dirijam até uma concessionária da Ford para fazer a revisão gratuitamente e para fazer a possível troca da peça defeituosa. A Ford informou que ainda não teve registrado nenhum acidente ocasionado por causa da falha encontrada no Mustang 2015, o que só reforça o caráter preventivo da convocação feita pela montadora. Com isso, a montadora entra para as estatísticas de um ano que pode ser considerado simplesmente negativo para a maior parte das principais montadoras do mundo todo, já que muitos processos de recall foram convocados, superando outros anos.

Uma mancha para a marca

Processos de recall são necessários para evitar acidentes e para fazer correções importantes, mas o fato é que eles se tratam de processos extremamente negativos para as montadoras. As imagens ficam realmente arranhadas sempre que um processo de recall é realizado, fazendo com que as vendas apresentem quedas consideráveis logo em seguida, o que deverá ser visto em relação ao Mustang, sem sombra de dúvidas. A Ford informou que não há modelos do Mustang 2015 dentro do Brasil que foram afetados pelo problema detectado, o que faz com que o recall não seja estendido ao mercado daqui.
A Ford já informou que nada menos do que 730 unidades do Mustang 2015 foram afetadas pelo problema. Desse total, 712 foram fabricadas nos EUA.

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Recalls
Publicado em: 09 Dec 2014 00:34:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário