15 de out de 2014

À espera do desmonte

À espera do desmonte

Por Péricles Malheiros 60 243 km O repórter visual Eduardo Campilongo se especializou em fazer a simulação de venda, uma das últimas ações de cada carro que passa pelo Longa Duração. Passando por proprietário, ele tira um dia inteiro para rodar por São Paulo oferecendo “seu” veículo. “Visito sempre ao menos duas concessionárias da própria marca: a que nos vendeu o carro e mais uma. Depois, passo em autorizadas concorrentes e, por fim, vou a algumas lojas independentes”, diz Eduardo. Dessa vez, ele tomou posse do Mercedes- Benz A 200, o próximo carro da frota a ser desmontado aos 60 000 km. Com pouco mais de 58 000 km rodados, o Mercedes estacionou na Itatiaia, onde foi comprado, em julho de 2013, por R$ 109 900. Simulando interesse na troca por um CLA novo, ouvimos a boa oferta de R$ 86 000. Em seguida, na Caltabiano, ouvimos aquela que foi a maior decepção de todo o processo de simulação de venda: R$ 65 000, ou seja, uma depreciação de 40,8%. Até em concessionárias de marcas concorrentes ouvimos propostas melhores do que a estabelecida pela Caltabiano: na Audi Caraigá, o vendedor ofereceu R$ 70 000 na troca por um A3 Sedan, mesmo valor ouvido na BMW Autostar, onde o repórter demonstrou interesse em trocar o A 200 por um 118i. Em lojas independentes, o valor do passe subiu: R$ 84 000 na Qu4ttro Motors e R$ 85 000 na SGS Motors. “Em ambas, os avaliadores disseram que a alta quilometragem os impedia de fazer uma oferta melhor”, diz Eduardo. Feita a ronda em lojas e concessionárias, o A 200 rapidamente chegou aos 60 000 km, o que o habilitou a ir até nossa pista, em Limeira (SP), para o último teste antes do desmonte. Veja os resultados abaixo.

                    Consumo No mês: 14,9 km/l com 12,9% de rodagem na cidade
Desde jul/13: 11 km/l com 27,3% de rodagem na cidade
Combustível: gasolina Custos no mês Combustível: R$ 490 Principais ocorrências 3810 km Ruído no sistema de ajuste de altura do cinto do motorista e na dianteira
5392 km Luz do airbag do motorista acesa. Reparo imobilizou o carro por 13 dias
7752 km Ruído no sistema de ajuste de altura dos cintos frontais e na dianteira do carro
8000 km Substituição das bandejas de suspensão
12822 km Agravamento do ruído no ajuste de altura dos cintos frontais e na dianteira do carro
18629 km Bolha no pneu causada por impacto
39994 km Falha intermitente no sistema elétrico de abertura da tampa do porta-malas
44 905 km Acidente. Parte inferior danificada
52 615 km Para-brisa atingido por uma pedra
Por Péricles Malheiros 60 243 km O repórter visual Eduardo Campilongo se especializou em fazer a simulação de venda, uma das últimas ações de cada carro que passa pelo Longa Duração. Passando por proprietário, ele tira um dia inteiro para rodar por São Paulo oferecendo “seu” veículo. “Visito sempre ao menos duas concessionárias da própria […]

Fonte: 4 Rodas Longaduração
Categoria: Mercedes-Benz A 200
Autor: Redação
Publicado em: 15 Oct 2014 12:00:59
Ler mais aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário