30 de out de 2014

Destaques do Salão do Automóvel de São Paulo 2014

Destaques do Salão do Automóvel de São Paulo 2014

Para as marcas, é irresistivel apostar em utilitários-esportivos, crossovers e assemelhados. Ainda mais no Brasil. No mundo todo, este segmento cresce mais do que o mercado, mas por aqui a disparidade é gigantesca, de cerca de 15%. É essa a ideia dominante na edição desse ano do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, aberto ao público desde o dia 30 de outubro até o dia 9 de novembro. As principais novidades brasileiras, prometidas para 2015 e antecipadas nos estandes do evento, brigam nestes segmentos. Casos de Peugeot 2008, Honda HR-V e Jeep Renegade. A Ford também exibe a nova geração do crossover Edge. Sem falar na picape esportiva Renault Duster Oroch e no Nissan Kicks, apresentados como conceitos mas que têm tudo para entrar em linha de produção ainda em 2015. Só mesmo a Hyundai, que já tem um line-up bem completo entre os utilitários, se decidiu por modelos mais esportivos, com o conceito HB20 R-Spec e com o Veloster Turbo. 

Veja também:

  • Guia completo do Salão do Automóvel de São Paulo
A lógica de explorar a versatilidade dos crossovers e dos utilitários pegou até mesmo as marcas de luxo. As lojas da Citroën devem receber brevemente o requintado crossover DS6. Mercedes começa a trazer também o GLA 45 AMG, seu utilitário compacto na versão mais apimentada, enquanto a Lexus já confirmou a chegada do NX 200 como modelo de entrada da marca. Um veículo de luxo que deve iniciar sua vida no Brasil como importado para depois passar a ser feito por aqui é o novo Land Rover Discovery Sport, cotado para ser construído na fábrica da Jaguar-Land Rover em Itatiaia, no Sul Fluminense.  Alguns conceitos menos próximos da realidade também exaltam a vida aventureira. Casos do Subaru Viziv 2, que une um motor boxer a três elétricos, e do Mitsubishi Concept GC PHEV, um híbrido plug-in bem poderoso e cheio de tecnologia. Outro exemplo é o Fiat Concept Car, que combina um cupê de quatro portas com utilitário – mesma mistura promovida pela Audi no TT Offroad. Até mesmo quem não tem um modelo verdadeiramente aventureiro insiste em também entrar na festa. Como a Chevrolet, que faz o pré-lançamento da Spin Activ, e a Volkswagen, que mostra logo dois pseudo-lameiros: Cross Up e CrossFox, depois do face-lift recente. Afinal, ninguém quer ir na contramão do mercado.

O melhor do Salão

Audi TT Offroad Concept – A Audi misturou o cupê de quatro portas TT, mostrado em Paris, com um utilitário-esportivo compacto. O resultado é um crossover simpático, de desenho bem mais familiar que, por exemplo, o BMW X6, que fez a mesma mistura de cupê e SUV, mas em dimensões maiores. O TT Offroad tem sistema de propulsão híbrida plug-in, que pode ser carregado em quatro horas em uma tomada comum. A potência combinada é de 408 cv, com 66,3 kgfm de torque,  o que permite um zero a 100 km/h em 5,2 segundos. Além do TT Offroad, a Audi destaca no seu estande o novo TT Roadster, e o Urban Concept, um minicarro elétrico, com as rodas e para-lamas destacadas da carroceira e que leva dois ocupantes em fila.

Chevrolet Spin Activ – A Chevrolet aproveitou o porte do seu monovolume compacto para criar uma versão aventureira, definida pela marca como MPV, sigla em inglês para veículo de múltiplas propostas. Os adereços estéticos incluem  para-choques redesenhados, apliques nos pára-lamas e até pneu pendurado na tampa traseira – o que sempre requer um complicado sistema de rebatimento do estepe para ter acesso à mala. O motor é o 1.8 litro Econoflex, de 108 cv, gerenciado por um caixa mecânica de 5 marchas ou automática de 6. O modelo será apresentado na primeira quinzena de novembro. Outra novidade na linha atual é o face-lift do Cruze. A grade bipartida dianteira recebeu contorno mais arredondados e para-choques mais amplos. Ganhou luzes diurnas em leds e faróis tipo canhão. A Chevrolet apresenta ainda uma versão conceitual da picape S10, batizada de High Country, que recebe vários adereços que a deixam com aspecto mais esportivo.

Citroën DS 6 – Lá fora, a linha DS merece status de marca independente, mas no Brasil, pelo menos por enquanto, ela continua morando na casa da Citroën, onde será vendido o novo modelo DS 6. Trata-se de um crossover de porte médio e com todo o luxo que caracteriza a marca premium. O motor é sempre o THP, que equipa os outros modelos DS no Brasil.  Este propulsor, aliás, recebeu uma versão flex para equipar as versões superior do sedã C4 Lounge. Com gasolina, ele mantém os mesmos 165 cv, mas com etanol a potência passa a 173 cv.

Fiat Car Concept 4 – Em cada um dos últimos salões, a Fiat apresentou um carro-conceito “craneado” em Betim. Desta vez, trata-se de um cupê de quatro portas de 5 metros de comprimento equipado para aventuras off-road. Outra atração no estande da marca é a pré-apresentação do novo Bravo e do 500 Abarth. O hatch médio passou por um leve face-lift, que alterou o desenho do para-choque, e recebeu um up-grade de equipamentos. Já o Abarth recebe o motor 1.4 16V Multiair Turbo de 167 cv, com 23 kgfm de torque. Estes dois modelos devem chegar ao mercado ainda este ano.

Ford Mustang – As novidades da Ford vieram de fora. A mais glamourosa, sem dúvida, é o Mustang conversível da sexta geração, apresentado em Detroit, em janeiro. Ele está ao lado da versão cupê e também do futuro Edge – que tem jeitão de um EcoSport maior. Todos os três modelos devem fazer parte do line-up da Ford ano que vem. A montadora guardou para o salão a apresentação dos motores que faltavam na linha Ka: o hatch ganhou o 1.5 litro e o Ka+, sedã, recebeu o propulsor 1.0 – que, segundo a Ford, deve responder por 70% das vendas do sedã compacto.

Honda HR-V – A Honda bateu o martelo: o nome do utilitário-esportivo compacto da marca será HR-V, e não mais Vezel, como se pensava. O novo concorrente do EcoSport provavelmente chega ao mercado em março e será produzido na nova fábrica da marca japonesa, em Itirapina, São Paulo. O crossover terá motor 1.8 de 140 cv gerenciado por um câmbio CVT ou mecânico de 5 marchas e deve chegar por um valor cerca de 10% acima do tipinho da Ford. Inicialmente pelo menos, não haverá versões com tração integral.
Hyundai HB20 R-Spec – A Hyundai resolveu utilizar o Salão de São Paulo para checar as reações do público a um HB20 com visual esportivo. A versão R-Spec tem pintura em azul com acabamento fosco, para-choques e grades que seguem os conceitos do estilo Escultura Fluida 2.0, rodas grandes e aerofólio em fibra de carbono. A marca jura que não tem qualquer intenção de comercializar o R-Spec. A Hyundai apresenta também a versão verdadeiramente esportiva do cupê Veloster. O carrinho tem um motor 1.6 twin turbo que rende 204 cv. A marca aproveita ainda para exibir seus maiores sedãs  renovados. O grandão Genesis de nova geração chega com motor 3.8 de 315 cv. Já o médio-grande Azera passou por um face-lift e também passa a açompanhar o estilo Escultura Fluida 2.0.
Jeep Renegade – A Jeep não quis saber de outro modelo. No estande da marca só há espaço para o Renegade, utilitário-esportivo compacto que deve chegar ao mercado no segundo trimestre de 2015. O jipinho aparece em três versões e todas elas terão opção de motorização diesel 2.0 turbo de 170 cv. Dependendo da versão e motorização, o Renegade pode receber um câmbio mecânico de cinco marcha, um automático de seis ou automático de nove marchas.
Lexus NX 200 – A Toyota decidiu importar o menor crossover de sua marca de luxo para brigar com as versões mais equipadas de Mercedes-Benz GLA, BMW X3 e Audi Q3. O NX 200 chega nas versões Luxury e F-Sport e deve ter preços a partir de R$ 230 mil. Ele vem equipado com um motor 2.0 litros turbo, com injeção direta, que rende 238 cv. 
Mercedes GLA 45 AMG – A versão mais apimentada do pequeno utilitário GLA tem nada menos que 360 cv, extraídos de um motor turbo 2.0 litros e distribuídos pelos dois eixos. Ele é capaz de cumprir o zero a 100 km/h em apenas 4,8 segundos, com máxima limitada a 250 km/h. A Mercedes apresentou ainda outros lançamentos recentes que têm visitado os salões mundo afora. Caso do Classe S Coupé, do CLS 63 AMG, de 557 cv, e do Classe C Touring, a perua mais barata da marca que passa a ser vendida no Brasil.
Mitsubishi Concept GC PHEV – A utilitário-conceito GC PHEV é um 4X4 híbrido plug-in. Como um bom protótipo, tem recursos que dificilmente chegarão a um futuro modelo de rua. Caso das portas que se abrem em par, da ausência de coluna central ou dos retrovisores substituídos por câmaras. O motor a gasolina é um 3.0 V6 turbo de 340 cv, que trabalha em conjunto com um propulsor elétrico de 95 cv. A Mitsubishi exibiu ainda o sedã Lancer, que passa a ser produzido na fábrica brasileira, e o Outlander PHEV, um crossover híbrido que será comercializado no Brasil. Nissan Kicks Concept – O crossover conceito da Nissan está praticamente pronto para ser produzido. Ele foi baseado no Nissan Extrem, apresentado há dois anos no próprio Salão de São Paulo, mas dessa vez a Nissan teve a clara intenção de deixar o modelo viável para produção – foi desenvolvido pelos estúdios da Califórnia e do Rio de Janeiro, sob o comando do centro de design no Japão. A Nissan traz ainda uma versão do March em homenagem às Olimpíadas do Rio e faz a avant-prémiere do sedã compacto Versa, segundo modelo a ser produzido em Resende.
Peugeot 2008 – O crossover da Peugeot chega no primeiro trimestre de 2015 e tem como missão traduzir o novo posicionamento da marca no mercado. Por isso mesmo, o 2008 capricha no acabamento e deve ter preços iniciais em torno de R$ 60 mil. A marca exibe ainda duas versões especiais do 2008. A versão DKR é o protótipo que vai disputar o Rali Paris-Dakar, que ocorre na América do Sul. A base é do 2008 e inclusive tem apenas tração 4X2, para ficar mais leve, e utiliza um sistema Grip Control. O outro é o 2008 Hybrid Air, que usa um sistema de ar comprimido para armazenar energia, como se fosse uma bateria em um modelo híbrido elétrico. Renault Duster Oroch Concept – A picape construída em cima do utilitário Duster tem quatro portas e uma proposta mais esportiva-aventureira. Uma das preocupações da Renault foi criar um ambiente espaçoso, que permitisse que o Oroch fosse usado como carro familiar. Embora tenha jeitão de conceito, com luzes em leds e vários adereços típicos de protótipos, o Oroch tem boas chances de ser lançado no segundo semestre de 2015. A marca francesa aproveita o salão para a mostrar também o face-lift do sedã Fluence e o novo Sandero Step Way. Subaru Viziv 2 Concept – O carro-conceito da Subaru conta com um motor a explosão e três elétricos: um para o eixo dianteiro, que trabalha em conjunto com o propulsor boxer com injeção direta de gasolina, e um em cada roda traseira. A ideia é que o carro mantenha o comportamento neutro proporcionado pela tradicional tração simétrica que tem nos carros da marca.
Autor: Eduardo Rocha (Auto Press)
Fotos: Eduardo Rocha/Carta Z Notícias

Na trilha do mercado - Salão de São Paulo 2014 reflete a demanda brasileira por SUVs e crossovers

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Eventos
Publicado em: 29 Oct 2014 10:00:00
Ler mais aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário