30 de jan de 2015

TTQ pode ser o nome do novo crossover da Audi

TTQ pode ser o nome do novo crossover da Audi

A Audi tem enfrentado um terrível dilema na iniciativa de batiza seu mais novo lançamento, o modelo TT Offroad, que foi desenvolvido a partir do cupê TT da empresa. A decisão foi abalada pois dois do nomes cogitados para apelidar o veículo já nomeavam modelos do Grupo Fiat-Chrysler Automobiles, indicando versões de seus modelos da Alfa Romeo e da Maserati. Na dúvida, a Audi conta com a probabilidade de usar TTQ para o batismo do novo auto, considerando que a nomenclatura em questão será capaz de agregar uma diferenciação ao modelo baseado no esportivo TT assim como indicar sua vocação e origem. A decisão ainda não é confirmada, mas a possibilidade está em aprovação.

Decisão de produção



A Audi desenvolveu três conceitos diferenciados a partir do cupê TT, considerando que pelo menos um  destes ganharia a produção em série para ser lançado no mercado comercial. Os três modelos para escolha eram o Allroad Shooting Brake, o Sportback e o TT Offroad, que acabou sendo o sortudo a ganhar a produção em série com previsão de estreia para 2017. O primeiro, Allroad Shooting Brake, foi também o primeiro a ser descartado a partir de sua falta de praticidade. Mesmo sendo uma espécie de perua, o modelo acabou sendo desenvolvido com espaço limitado, longe das expectativas da Audi para a nova produção. O Sportback, segundo em questão, também foi descartado pela falta de praticidade, considerando que o acesso ao interior do mesmo era difícil. A decisão, então, coube ao finalista TT Offroad, escolhido para desenvolvimento em série.

Dilema do batizado



O problema com a nomeação do novo modelo da Audi veio com divergências com outras empresas. Seguindo o padrão de nomenclatura da marca, o novo crossover deveria se chamar Q4, seguindo a dinâmica do atual Q3, o cupê com teto mais baixo que tem entrado em competição direta com o BMW X3. No entanto, para quebrar a lógica da Audi, a surpresa veio ao descobrir que os nomes Q2 e Q4 já pertencem ao Grupo Fiat-Chrysler Automobiles, correspondendo a versões de seus veículos. Diante do impasse, a opção foi o nome TTQ, que indicará outras propostas da Audi. O modelo deve usar conjunto hibrido formado por motor 2.0 turbo a combustão combinado com dois elétricos, com cerca de 290 cavalos de potencia, seguindo a linha de raciocínio aplicada em seus antecessores. Porém, detalhes sobre o Audi TTQ ainda não foram divulgados com precisão.
A Audi conta com a possibilidade de usar TTQ para o batismo do novo auto, considerando que essa nomenclatura será capaz de diferenciar do esportivo TT

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Prévias
Publicado em: 29 Jan 2015 17:37:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário