15 de set de 2015

Mercedes Sprinter sofre recall

Mercedes Sprinter sofre recall

Na última quinta-feira, dia 10 de setembro, a Mercedes-Benz convocou um recall para o Sprinter, que é um dos modelos mais vendidos em seu segmento. Os modelos cujos proprietários foram convocados são Van e Furgão, e o problema tem a ver com substituição da arruela de vedação e também com o reaperto do tensor, que são duas situações que, caso não sejam resolvidas logo, poderão acarretar problemas. A data de fabricação, segundo informações da própria montadora alemã, varia entre modelos produzidos em março, abril e maio deste ano. Os proprietários deverão agendar o atendimento nas concessionárias ou na rede de autorizadas espalhadas pelo país.

Modelos afetados



Segundo o que foi informado pela Mercedes, os modelos afetados foram Chassi e Furgão (311 CDI, 415 CDI e 515 CDI), além do modelo Van Passageiro (415 CDI e 515 CDI). A numeração de chassis é a seguinte: de 8AC906633GE107024 a 8AC906633GE108359 e os proprietários deverão buscar informações o quanto antes, para que qualquer chance de problema seja debelada o mais rápido possível com os reparos feitos.

O problema em si

No comunicado oficial de convocação de recall feito pela Mercedes, ficou claro que foi constatada uma deformidade na arruela de vedação, que pode causar a perda de torque de aperto da vedação do tensor hidráulico da corrente de distribuição do motor. Em virtude disto, há riscos de que ocorra o vazamento de óleo em cima das chamadas partes quentes do motor, podendo, nos casos mais extremos, levar até mesmo a incêndios.

Maiores informações

Para buscar maiores informações, a Mercedes orienta que os consumidores entrem em contato diretamente nos canais que ela disponibiliza para esta finalidade, com a intenção de organizar melhor os agendamentos. Os canais oficiais disponibilizados para que consumidores possam buscar maiores informações sobre o processo de recall são os seguintes: telefone 0800 970 9090 e site oficial www.mercedes-benz.com.br. A Mercedes informa que até o momento a falha detectada nos modelos não causou qualquer acidente ou qualquer tipo de problema, mas reforça que é essencial que os proprietários compareçam para realizar os reparos. No entanto, caso alguém tenha algum tipo de acidente que seja causado por este defeito apontado, é possível solicitar por meio do Judiciário, uma indenização por danos morais e materiais, caso eles realmente tenham ocorrido.
O motivo foram os riscos de que ocorra o vazamento de óleo em cima das partes quentes do motor, podendo levar até mesmo a incêndio.

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Recalls
Publicado em: 14 Sep 2015 16:21:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário