1 de set de 2015

Aceleramos o novo M3 e outros três BMW na pista

Aceleramos o novo M3 e outros três BMW na pista






Montadora disponibilizou toda a sua linha de veículos para clientela acelerar em circuito fechado no interior de SP Divulgação/BMW Ter um carro de luxo na atualidade vai muito além de dirigí-lo no dia a dia: é como fazer parte de um clubinho em que os donos endinheirados se reunem de tempos em tempos. Com a concorrência cada vez mais voraz, esta é a fórmula das marcas para manter acesa "a chama" da relação. R7 Carros participou recentemente de um desses encontros, o BMW Ultimate Experience. Foi a 2ª edição do evento itinerante, que percorre o Brasil. A etapa de São Paulo é a maior, pela sabida concentração de renda do estado. E para os jornalistas (a maioria sem muita grana no bolso!), foi a oportunidade ideal para acelerar os últimos lançamentos. A lista de modelos era extensa, mas por conta do tempo, aceleramos quatro deles, experiência que vocês conferem agora.

Veja a galeria completa Truculento, BMW X6 M tem aderência impressionante na pista Divulgação/BMW BMW X6 M
Preço sugerido: R$ 529.950 Na linha BMW, o X6 é modelo o mais truculento, o "peso-pesado". E na versão M, a fusão entre agressividade e músculos chega ao limite. Sob o capô rasgado em vincos, o 4.4 V8 biturbo a gasolina realça a brutalidade: são 575 cv (maior potência entre os 4X4 da marca) e um torque absurdo de 77 kgfm, disponível entre 2.000 e 5.000 giros. Em outras palavras, não é carro para jipeiro. Apesar de ser um SUV, o X6 foi feito para rasgar o asfalto. E na versão M, tal predileção fica ainda mais explícita. Bastam 4,2 segundos para alcançar os 100 km/h, com máxima limitada em 250 km/h. Na pista, o modelo comprovou a "fama de mau". Nas retas, produziu acelerações de tirar o fôlego, e nas curvas, grudou no chão feito um esportivo, com extrema habilidade em manobras.

Veja a galeria completa Sedã apimentado é o M mais próximo de um carro de corrida Divulgação/BMW BMW M3
Preço sugerido: R$ 394.950 De todos os modelos disponíveis na pista, era o mais concorrido e o mais desejado, algo facilmente compreendido. Afinal, estamos falando do M3, bólido mais emblemático da linha M na atualidade. Leve, largo e de perfil bem baixo, o Série 3 mais "nervoso" é o que se pode chamar de carro dos sonhos. A carroceria repleta de ranhuras exala esportividade de qualquer ângulo. Destaque para a dianteira, marcada pelo para-choques agressivo, com generosas tomadas de ar, e pelo capô comprido com um ressalto no meio. Ali no cofre, sob a chapa metálica, está o envenenado motor 3.0 biturbo a gasolina de seis cilindros em linha e alta performance. São 431 cv de potência e um torque parrudo de 56,1 kgfm. Apesar de usar um câmbio automático de oito marchas, não se engane: o M3 leva apenas 4,1 segundos para acelerar do 0 aos 100 km/h. Ao volante, o condutor é envolvido em um emaranhado de sensações sedutoras, e sente-se quase um piloto profissional, tamanha é a precisão dos ajustes — suspensão, direção, aceleração e freios. Veja a galeria completa BMW M6 Gran Coupe é o modelo mais caro da linha esportiva Divulgação BMW M6 Gran Coupé
Preço sugerido: R$ 544.950 Se existe um carro na linha M com perfil de "tiozão", é M6 Gran Coupé. Mas não confunda as coisas! Aqui, ser "tiozão" não significa ser devagar. Muito pelo contrário, afinal, a versão superesportiva do cupê de quatro portas chega aos 100 km/h em 4,2 segundos. A caracterização se dá pelo porte avantajado, o entre-eixos largo e o peso maior, devido à quantidade grande de equipamentos. Esta talvez seja a razão pela qual o modelo usa um robusto 4.4 V8 biturbo a gasolina. São 560 cv e uma patada de torque que chega a 69,3 kgfm. A tração é traseira, como manda o padrão da marca, e o cliente pode instalar o pacote M, que desbloqueia a velocidade final (250 km/h) fazendo-o atingir 305 km/h. Apesar de agressivo, prima pelo conforto e pela sofisticação a bordo.

Veja a galeria completa Série 2 Active Tourer, o primeiro BMW com tração dianteira Divulgação BMW Série 225i Active Tourer
Preço sugerido: R$ 179.450 Antes de dar a partida no motor, o piloto de testes da BMW, Augusto Farfus, brincou dizendo que o Série 2 era a "ovelha negra" da família. De fato, ele estava certo, e eu já sabia disso. Afinal, trata-se do primeiro e único modelo de tração dianteira da marca alemã, e também o menos potente da turma. Resumindo, entrei na pista sem grandes expectativas. Quando o M6 Grand Coupe que ia à frente abriu distância considerável, ficou ainda mais evidente que a minivan compacta seria incapaz de oferecer fortes emoções. Seu lado racional, focado no conforto, sobrepõe qualquer instinto selvagem que possa surgir no motorista. Quer dizer, apesar de não empolgar, o Série 2 é afável e eficiente para passeios em família, que é a sua proposta. Acesse aqui a página de R7 Carros Conheça o R7 Play e assista a todos os programas da Record na íntegra!

Fonte: R7
Publicado em: 2015-08-31T13:09:38-03:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário