29 de set de 2015

Entenda o escândalo na Volkswagen

Entenda o escândalo na Volkswagen

O mundo passa por transformações evidentes, e muitas atitudes não muito bem intencionadas estão sendo reveladas de modo a tornar as coisas mais complicadas para quem realmente não deseja “andar na linha”. Com isto, muitos escândalos estão vindos à tona, demonstrando que máscaras estão a cair em todos os setores da sociedade global, com políticos e líderes de entidades importantes na berlinda. E mais um exemplo disto é o escândalo da Volkswagen, que simplesmente expôs uma das maiores montadoras da indústria automobilística mundial, arranhando a sua imagem junto aos milhões de consumidores do mundo todo que sempre confiaram na tradição da montadora alemã. Vamos entender melhor este escândalo.

1,2 milhão de carros da Skoda adulterados

O escândalo da Volkswagen em si tem a ver com o fato de que a montadora tcheca Skoda, que é uma subsidiária da montadora alemã nos dias atuais, admitiu ter equipado nada menos do que 1,2 milhão de veículos com um software elaborado para falsificar os controles de emissões de gases poluentes de seus motores a diesel. O problema maior é que a Skoda utilizou neste grandioso processo de adulteração um software que foi desenvolvido pela matriz Volkswagen, colocando na rota do escândalo uma das maiores montadoras do mundo. O comunicado oficial do porta-voz da empresa tcheca, Josef Balaz, foi extremamente negativo para a imagem da Volkswagen, já que nele ele afirma o seguinte: “Posso confirmar que, no que diz respeito à marca Skoda em todo o mundo, são 1,2 milhão de veículos equipados com o software”. Ele afirmou que o tal software foi instalado pela Volkswagen num total de 11 milhões de veículos no mundo todo, num processo que poderá afetar muito mais gente do que se pode imaginar.

Mudanças na marca



É justamente em virtude de todo este escândalo que envolve a Volkswagen que muitas mudanças dentro da estrutura da marca alemã já estão em curso, sendo que muitas outras deverão ocorrer já nos próximos meses. A principal delas tem a ver com a chegada de um novo presidente, Matthias Mueller, que assumiu o posto na última sexta-feira, dia 25 de setembro, substituindo Martin Winterkorn, que estava à frente do grupo e que tem envolvimento na fraude que desencadeou o escândalo. Mueller mal assumiu o cargo e já teve de se explicar, anunciando, entre outras coisas, que a Volkswagen irá trabalhar duro para esclarecer o quanto antes este caso que mancha a História da montadora. O escândalo simplesmente fez a montadora perder nada menos do que milhões de euros, e ainda por cima, arrisca de fato colocar toda a reputação da marca Volkswagen, assim como da indústria automobilística alemã como um todo, numa situação realmente complicada.
O escândalo da Volkswagen tem a ver com o fato de que a montadora Skoda admitiu ter equipado 1,2 milhão de veículos com um software nada bacana. Veja!

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Curiosidades
Publicado em: 28 Sep 2015 19:04:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário