22 de jul de 2015

Marcopolo lança cinco novos modelos de ônibus

Marcopolo lança cinco novos modelos de ônibus

É inegável que a queda acentuada nas vendas de ônibus no Brasil assusta as empresas ligadas a esse segmento. Mas desacelerar os investimentos em novos produtos não necessariamente é a única estratégia para diminuir as perdas. A encarroçadora Marcopolo, por exemplo, quer estar preparada na hora em que o período de “vacas magras” der trégua. Para isso, lançou cinco modelos de carrocerias neste mês. Três delas no segmento urbano e duas no rodoviário.  Veja também:
  • Balanço do mercado de caminhões e ônibus em 2014
A família Torino ganhou três novas opções: Express, de ônibus articulado, Low Entry, do modelo convencional, e ainda uma opção para chassis com motor traseiro. Já as viagens médias e longas agora contam com as carrocerias dos novos Ideale e Paradiso 1350. “Muitos países não têm como investir em modais de transportes mais caros, o que faz com que o ônibus seja a opção mais funcional e imediata para solucionar o problema da locomoção das pessoas. Quando o setor melhorar, já estaremos preparados”, avalia Paulo Corso, diretor de operações comerciais da Marcopolo.

O novo Torino com motor traseiro possui características técnicas similares às do modelo com motor dianteiro. A diferença principal fica por conta do melhor conforto termoacústico. A Marcopolo desenvolveu um novo sistema de isolamento do cofre do motor que, aliado à posição traseira, reduz sensivelmente o nível de ruídos no interior e a temperatura ambiente do salão de passageiros. Já o articulado Torino Express tem comprimento total de 20 a 23 metros e largura de 2,55 m – foi desenvolvido para atender ao padrão de vias segregadas básicas e dos sistemas BRT. O modelo traz painel de instrumentos com tela colorida de LCD de 3,5 polegadas, novos conjuntos óticos traseiro e frontal com luzes diurnas e iluminação interna em leds. Há poltronas ergonômicas com novos apoios de cabeça, poltronas com encosto alto e ar-condicionado opcionais.

A acessibilidade do Torino Express é garantida com cinco assentos preferenciais para idosos, gestantes e/ou portadores de necessidades especiais, elevador automático e espaço especial dedicado para cadeirantes. Os pés das poltronas são do tipo cantilever, que permitem reparos no piso sem a necessidade de remoção das mesmas, para reduzir o custo de manutenção e facilitar a limpeza.

O Torino Low Entry é mais robusto e aposta na relação custo/benefício. É equipado com suspensão pneumática e tem piso baixo, o que facilita o acesso para todos os passageiros, sem a necessidade de elevador. Com isso, entrega mais agilidade no embarque e desembarque de pessoas. Mesmo no caso de passageiros com mobilidade reduzida e cadeirantes. São 13,3 m de comprimento e 2,60 m de largura. Com essas medidas, pode transportar até 90 passageiros, sendo 49 sentados e 41 em pé. O modelo tem uma poltrona destinada a passageiros obesos e pode ser equipado com ar-condicionado, poltronas com encosto de cabeça, descansa-braços e descansa-pés e lixeiras no salão de passageiros. Há opção de sistema de iluminação interna em leds e equipamentos audiovisuais com dois monitores de 19 polegadas em LCD e sirene de marcha à ré. Para o tráfego rodoviário, a encarroçadora gaúcha aposta no Paradiso 1350, que ostenta bom espaço para bagagens – são 13,5 m de saia lateral, com mais de 20,5 m³ de capacidade. O ônibus ganha novos interior, poltronas, porta-focos e toalete. O modelo completa a linha Geração 7 da marca – que já conta com Viaggio 900, Viaggio 1050, Paradiso 1050, Paradiso 1200, Paradiso 1600 Low Driver e Paradiso 1800 Double Decker. No mesmo segmento, o novo Ideale é focado nas linhas intermunicipais e no fretamento e ganha 5 centímetros a mais de largura – são 2,55 m, contra os 2,50 m da versão anterior –, leds nas luzes de direção, grade dianteira redesenhada com padrão “colmeia”, grades inferiores do para-choque dianteiro injetadas e farol de neblina como opcional.

O Ideale também é o primeiro a oferecer as novas poltronas fabricadas pela Marcopolo, que a empresa garante serem mais ergonômicas e confortáveis, além de revestimentos internos atualizados, porta-focus e toalete reprojetado. Outro detalhe que o diferencia é a porta no sistema In-Swing, que abre para dentro. A estratégia é adotada para evitar acidentes com os passageiros. “Com o destravamento da regulação das linhas interestaduais e internacionais, o setor deverá investir R$ 800 milhões. A maioria desse aporte será na compra de ônibus. Isso nos leva a crer que nosso setor ainda tem muito retorno a dar”, avalia Paulo Corso.


Autor: Márcio Maio (Auto Press)
Fotos: Divulgação

Um novo tempo - Marcopolo aposta na retomada das vendas de ônibus e lança cinco modelos

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Ônibus
Publicado em: 22 Jul 2015 08:35:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário