6 de set de 2016

Harley-Davidson vai pagar multa de R$ 48 milhões por vender acessório poluente nos EUA

Harley-Davidson vai pagar multa de R$ 48 milhões por vender acessório poluente nos EUA



Em sua defesa, marca disse que vai interromper as vendas dos itens Reprodução/autoblog A Harley-Davidson concordou em pagar multa de R$ 48 milhões (15 milhões de dólares) à Agência de Proteção Ambiental norte-americana por estar poluindo acima da média prevista em lei, de acordo com o jornal The Wall Street Journal (EUA). O motivo se deu pela venda de acessórios que aumentavam o desempenho da motocicleta, mas também elevavam as emissões de gases poluentes acima dos limites certificados pelo órgão ambiental. Foram cerca de 340 mil acessórios "super tuner" da submarca Screaming Eagle. Do montante total, serão destinados R$ 38,4 mi em razão da penalidade civil, e o restante para a Agência de Proteção Ambiental. Uma outra reportagem do jornal do Wall Street levantou a informação de que a Harley-Davidson teria vendido cerca de 13.000 motocicletas, entre 2006 e 2008, que não cumpriam os requisitos de emissões da entidade ambiental norte-americana. Como medida de resposta, a marca informou que vai parar de produzir estes dispositivos a partir do dia 23 de agosto e que também vai destruir os que ainda estiverem em circulação. Outro ponto em sua defesa é que a venda destes acessórios eram destinados para o uso em pistas, mas não para o cotidiano.

Assine já o R7 Play e veja a programação da Record online

Fonte: R7
Publicado em: 2016-08-19T13:45:00-03:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário