22 de fev de 2015

O fim do Toca fitas de gaveta

O fim do Toca fitas de gaveta

A luta contra os ladrões de toca fitas até o começo do sec XXI sempre foi muito grande. Nos anos 1980, 1990 e inicio dos anos 2000. Foi muito comum esse tipo de furto no Brasil pois os aparelhos de som na maioria das vezes eram aftermarket, ou seja, acessórios produzidos por outras empresas que não as montadoras, não eram originais do carro, e isso, como sempre gerou um mercado para os ladrões. Na decada de 1980 a solução encontrada foi o sistema de gaveta, aonde o motorista ao estacionar seu veiculo literalmente retirava o aparelho inteiro e o carregava com uma alçinha para evitar furtos… Eram verdadeiros trambolhos para serem carregados… Já na década de 1990 a industria lançou a frente destácavel, diminuindo e muito o volume a ser carregado para a proteção do equipamento. Claro que depois de alguns anos, os ladrões roubavam as “traseiras”dos radios, e o mercado paralelo comprava e vendia as “frentes”. A salvação veio quando mais de 90% dos carros começavam a sair de fábrica com o radio original, integrado ao design do painel, praticamente acabando com esse tipo de furto. Mas antes disso, equipamentos com o da Pioneer públicado em Quatro Rodas de 1995 salvaram muitos vidros e bolsos.


A luta contra os ladrões de toca fitas até o começo do sec XXI sempre foi muito grande. Nos anos 1980, 1990 e inicio dos anos 2000. Foi muito comum esse tipo de furto no Brasil pois os aparelhos de som na maioria das vezes eram aftermarket, ou seja, acessórios produzidos por outras empresas que […]

Fonte: 4 Rodas Carburada
Categoria: Publicidade em Quatro Rodas
Autor: Fabio Paiva
Publicado em: 10 Oct 2014 18:14:30
Ler mais aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário