9 de ago de 2015

Em comparação com 2014 as vendas de veículos novos caíram 22,8% no mês de julho

Em comparação com 2014 as vendas de veículos novos caíram 22,8% no mês de julho

De acordo com as informações divulgadas pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) na última segunda-feira (3), as vendas de veículos no último mês de julho registraram queda de 22,8% se comparadas com o volume de vendas do mesmo período no ano passado (2014). Leia também:
  • Aprenda a lidar e cuidar melhor dos bancos de couro de seu carro com essa série de dicas
  • Jeep Renegade desbanca HR-V nas vendas da primeira quinzena de julho – veja o ranking
  • Ranking de vendas do mês de junho traz Corolla, HRV e HB20 mais uma vez entre os destaques
Essa foi apenas mais uma mostra do triste cenário da economia brasileira, já que no acumulado anual até aqui (nos 7 primeiros meses do ano) a queda no índice de vendas é 21%. A seguir você confere maiores detalhes sobre a atual situação do mercado automobilístico.

O cenário de venda de veículos em 2015 e no último mês de julho



Segundo os dados apresentados pela Fenabrave, foram vendidos em julho o total de 227.621 automóveis, incluindo comerciais leves, ônibus e caminhões. Já em julho de 2014, o índice ficou na casa das 294.757 unidades emplacadas. Apesar da discrepância em relação a 2014, os índices mostraram um avanço de 7,10% no volume total em comparação com junho, já que no referido mês foram emplacadas apenas 212.522 unidades. Vale ressaltar, no entanto, que esse considerável aumento se deu principalmente pelo fato de julho ter tido dois dias úteis a mais em relação ao anterior, conforme ressaltou em comunicado o Sr. Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave. “O mês de julho contou com 23 dias úteis contra 21 dias no mês anterior, motivando este aumento nas vendas de veículos. Porém, vale ressaltar que, na média, em dias úteis, o saldo foi negativo em 2,09% para todos os segmentos”, afirmou. Em relação ao acumulado anual, enquanto os 7 primeiros meses de 2014 haviam registrado um total de 1.957.594 veículos vendidos, o resultado até agora no mesmo período em 2015 aponta apenas 1.546.587 emplacamentos, o que representa a já mencionada queda de 21% no volume total de vendas no ano. Para se ter uma ideia da situação do mercado, em janeiro as estimativas apontavam já de maneira pessimista, que a retração do mercado de autos nesse ano chegaria a 10% em relação a 2014. Mas tudo saiu ainda pior que o previsto, por isso em maio a estimativa foi reajustada para 18,9%. Mas não foi o bastante, portanto, agora ela foi então mais uma vez reajustada, dessa vez com a estimativa de 23,9% de queda. Pelo desenrolar da situação, as montadoras terão muito o que comemorar se de fato essa última perspectiva se confirmar até o fim do ano.

Fonte: R7
Publicado em: 2015-08-06T11:32:59-03:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário