17 de out de 2015

Scania lança ônibus biarticulado desenvolvido e fabricado no Brasil

Scania lança ônibus biarticulado desenvolvido e fabricado no Brasil

A busca pela redução da emissão de poluentes e a otimização do transporte público nas grandes capitais vêm fazendo com que as fabricantes de ônibus incrementem seus portfólios. Focada nos corredores exclusivos do sistema BRT – Bus Rapid Transit, ou trânsito rápido de ônibus em inglês – e disposta a aumentar suas vendas entre os modelos urbanos, a Scania lançou oficialmente no Brasil o novo F360 HA. Trata-se de um biarticulado de 28 metros de comprimento que, de acordo com a marca sueca, é capaz de transportar até 270 passageiros. “Trouxemos para o modelo a tradicional redução de custo operacional do ônibus Scania. Cada componente foi projetado para aumentar seu desempenho e definir padrões de classe mundial para a economia de combustível, dirigibilidade, confiabilidade e disponibilidade”, defende Silvio Munhoz, diretor de Vendas de Ônibus da Scania no Brasil.

Veja também:
  • Scania e Itaipu Binacional testam ônibus movido a biometano
Desenvolvido e produzido no Brasil, o chassi é o maior fabricado atualmente pela Scania em todo o mundo e voltado para o mercado interno e demais países da América Latina. Por aqui, vai brigar por espaço com a Volvo, que já oferece biarticulados no país. Unidades do modelo da Scania já rodam no México e na Colômbia e, de acordo com estudos da marca, o Brasil tem pelo menos seis ou sete grandes corredores que comportam esse tipo de opção. “Um ônibus como esse pode tirar das ruas 68 automóveis com quatro ocupantes ou, no caso de duas pessoas por veículo, até 135 carros”, valoriza Munhoz.

O F360 HA é equipado com motor frontal de 360 cv e desenvolve torque de 188,6 kgfm que, segundo a marca, aparece já em baixas rotações, para economizar combustível. O câmbio é o automático B 516R de seis marchas, produzido pela americana Allison. Segundo a Scania, a transmissão se adequa para economizar combustível reduzindo a carga no motor quando o veículo estiver parado, faz a seleção dos momentos ideais de troca de marcha e garante maiores velocidades médias e tempos menores de percurso.

Para favorecer o isolamento acústico, o espaço do motorista e o compartimento onde está o propulsor ficam em uma cabine exclusiva e fechada. O ônibus tem configuração 8X2 de 43,5 toneladas de capacidade de carga. Com isso, a estimativa é que o custo passageiro/km de um biarticulado possa garantir uma redução de até 40% na comparação com um articulado – o modelo com 18,6 metros leva até 160 pessoas.

A aposta nesse segmento é facilmente explicada. O BRT tem se mostrado uma solução viável e eficiente para a mobilidade urbana. Hoje, 27 cidades brasileiras englobam 61 projetos do sistema. O funcionamento é similar ao metrô, mas os custos operacionais podem ser 10 vezes mais baixos e são precisos apenas 18 meses em média para a implementação. Tratam-se de corredores exclusivos com plataformas de embarque e desembarque elevadas, o que exige que os veículos tenham piso alto, no mesmo nível da plataforma. No caso do F360 HA, a Scania estima que o tempo de desembarque e embarque nas estações leve entre 20 e 25 segundos. O valor do chassi é negociado em R$ 720 mil, ou seja, apenas R$ 160 mil a mais que o de um articulado. Uma diferença que pode ajudar no sucesso do modelo.


Autor: Márcio Maio (Auto Press)
Fotos: Divulgação

Multidão a bordo - Scania lança ônibus biarticulado para 270 passageiros do sistema BRT

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Ônibus
Publicado em: 17 Oct 2015 07:09:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário