15 de out de 2015

Recall completo da Volkswagen começa em janeiro de 2016

Recall completo da Volkswagen começa em janeiro de 2016

O novo presidente do Grupo Volkswagen, Matthias Muller, anunciou que a empresa promete fazer um recall de diversos veículos a partir do ano que vem. Veja também:
  • Entenda o escândalo na Volkswagen
O motivo seria averiguações com um número em torno de 9,5 milhões de carros que teriam sido afetados por uma fraude de manipulação de emissões de poluentes nesses automóveis. A previsão da empresa é que todos os carros sejam reparados até o final do ano que vem. Especialistas estimam, no entanto, que a fraude afete cerca de 480 mil carros só nos Estados Unidos e no mundo todo um total de 11 milhões, informações diferentes da repassada pelo presidente da montadora. Agora a Volkswagen terá que lidar com um quadro bem complicado. A empresa que emprega mais de 600 mil funcionários provavelmente terá que realizar demissões em massa. Além disso, enfrentará responsabilidades criminais e multas com valores gigantescos. Na versão da empresa, o número de funcionários que estiveram envolvidos na manipulação do software dos automóveis movidos a diesel não é um número tão alto a ponto de haver uma demissão em massa, mas tampouco forneceu dados a respeito. Abaixo, pontuaremos as principais informações sobre esse caso.

O que houve?

A Volkswagen apurará o motivo e os funcionários responsáveis, além de providenciar o reparo nos veículos a diesel que tiveram dispositivos manipuladores instalados, fazendo com que emitissem muito mais poluente do que o permitido.

Número de carros nessa situação?

Embora especialistas tivessem estimado em 11 milhões de automóveis, sendo 480 mil só nos Estados Unidos, a informação oficial da montadora é de que “apenas” 9,5 milhões de automóveis terão que passar por essa situação.

Quando os reparos serão feito?

Segundo a empresa, os reparos terão que ser feitos a partir de 2016, e a montadora promete finalizar todo o processo ainda no mesmo ano.

Qual a situação dos funcionários?

A montadora também precisará apurar e tomar as providências cabíveis a respeito dos funcionários envolvidos no esquema. Embora se especule sobre demissão em massa, nas palavras do presidente da empresa apenas se fala em “alguns funcionários”, dando a entender que o número não seria tão grande como se especula. Essas informações, quanto a números e nomes, também só poderão ser ditas com mais precisão após a apuração realizada a respeito do caso.

Prejuízo da Volkswagen?

O prejuízo da montadora ainda não tem valores precisos. Somente será possível saber à medida que o recall for feito, mas especialistas já especulam que a multa será na casa dos bilhões de dólares, além da necessidade de precisar prestar contar na esfera criminal. Também é sabido que, na medida que as autorias forem sendo verificadas, será necessário tomar as providências necessárias em relação aos funcionários que participaram da fraude. Serão prejuízos diversos de todas as naturezas. Somente em relação à Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos, chegou a se falar em multa de até 18 bilhões a serem pagos pela empresa. Embora muitos não acreditem que a fabricante chegue a pagar o valor total, dá para se ter a dimensão do tamanho da encrenca. 
O escândalo ainda não acabou - e demorará para se encerrar. 2016 promete ser um ano bem atípico para uma das maiores montadoras do planeta.

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Recalls
Publicado em: 14 Oct 2015 18:10:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário