21 de nov de 2014

Lançamento do Iveco Tector 150E21 Economy 4X2

Lançamento do Iveco Tector 150E21 Economy 4X2



Veja também:

  • Avaliação do Iveco Hi-Way 560
  • Iveco apresenta o caminhão extrapesado Hi-Way
  • Lançamento do Iveco Stralis Hi-Way
Esse não foi um grande ano para a indústria brasileira de caminhões. A redução das vendas, em relação a 2013, é estimada em 13%. Por isso, os fabricantes têm de ser criativos para identificar novas oportunidades de negócios onde seja possível ganhar alguma participação. É o que a Iveco está fazendo ao lançar o Tector 150E21 Economy 4X2, que a marca italiana tenta posicionar em um nicho entre os médios e os semipesados. O Peso Total Bruto do novo caminhão é 15.400 kg e, segundo a Iveco, tem o chassi reforçado para receber qualquer tipo de implemento. O modelo é destinado para entregas urbanas e também para curtas e médias distâncias rodoviárias. Produzido na cidade mineira de Sete Lagoas, o Tector 150E21 é o primeiro da geração Economy, uma nova linha de caminhões que a Iveco afirma que irá oferecer melhores índices de consumo de combustível. A denominação “marketeira” da nova geração de modelos evoca uma característica à qual o consumidor desse gênero de veículo é particularmente sensível: os gastos na hora de abastecer. Segundo a marca, o novo modelo consome até 15% a menos de diesel que seus concorrentes diretos.

O truque por trás dessa “mágica” no consumo está no novo motor desenvolvido pela FPT Industrial, que produz  motores para a FCA – Fiat Chrysler Automobiles. O N45 é a última versão da família NEF. Os 3,9 litros do motor NEF4 foram expandidos para 4,5 litros. A potência ficou em 206 cv e o torque em 73,42 kgfm na faixa que vai de 1.350 a 2.100 rotações, com uma redução de consumo de 7% em relação ao modelo anterior, de acordo com a Iveco.

Aprimorado no centro de pesquisa e desenvolvimento de Betim, o N45 é equipado com um sistema de injeção common rail com 1.600 bar, além de um novo turbocompressor com rotor de alumínio forjado e usinado. A proposta da FPT foi criar um motor de quatro cilindros com uma performance similar a um de seis cilindros e um consumo menor que os de quatro cilindros convencionais. A tecnologia para redução de emissões é a SCR.

Além do novo motor, a Iveco se esforçou para aprimorar também o conforto de seu novo produto. As molas da suspensão são parabólicas na dianteira e parabólicas de duplo estágio na traseira. Já a cabine foi equipada com molas helicoidais, para proporcionar movimentos mais suaves. O caminhão traz de série banco do passageiro biposto, escotilha de teto, ABS com EBD, volante com regulagem de altura e profundidade e ajuste automático das folgas nas lonas dos freios. O ar-condicionado é opcional. Os revestimentos da cabine são os mesmos adotados na versão Stradale, a “top” da linha Tector. E uma aposta da Iveco no Tector 150E21 Economy 4X2 é no custo/benefício. O preço parte dos R$ 155 mil.


Autor: Luiz Humberto Monteiro Pereira (Auto Press)
Fotos: Divulgação

Em nome do marketing - Iveco tenta ganhar competitividade com o lançamento do Tector 150E21 Economy 4X2, embalado pelo motor FPT N45

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Caminhões
Publicado em: 21 Nov 2014 07:30:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário