7 de mai de 2016

Testamos a nova Ford Ranger

Testamos a nova Ford Ranger




Testamos a nova Ford RangerO AreaH viajou até Puerto Iguazú, na Argentina, para pilotar a nova picape Ranger, da FordAntes de pisar no acelerador para valer nesta história, gostaria de falar rapidamente sobre o Bruno Rodrigues motorista. Gosto de carros, como quase todos os homens, tenho carteira de habilitação há mais de 6 anos, dirijo carros “normais” na cidade e na estrada e – garanto – não faço barbeiragens dignas de lembrança. Quando o AreaH foi convidado para testar a nova Ford Ranger e eu fui o repórter escalado, não perdi a oportunidade – guiar uma picape imponente, robusta e com um motor de 200 cavalos de potência em uma trilha off-road pela primeira vez, para um motorista “normal” como eu, poderia ser uma grande aventura (e cheia de tensão também). Então, na última sexta, 8 de abril, em Puerto Iguazú, província de Missiones, Argentina, virei a chave da ignição para testar a nova Ford Ranger.
Meio nervoso, peguei o carro logo no inicio do trajeto, uma trilha recém- aberta, cheia de subidas, descidas, desníveis e áreas encharcadas onde eu pude experimentar todas as novas tecnologias da picape, surpreendentemente muito confortável e fácil de levar. A versão Limited, top de linha, com o motor 3.2 Duratorq de 200 cavalos e transmissão automática de 6 velocidades passou pelos obstáculos tranquilamente.
Um momento de grande emoção foi a primeira imersão que fiz com o carro, que consegue ultrapassar áreas alagadas de até 80 centímetros de altura. Seguindo a ordem dos guias que estavam espalhados por todo o percurso, entrei na poça de água com lama devagar, mantendo uma velocidade constante e sem pisar no freio, ultrapassando assim o lamaçal sem maiores problemas. Durante o trajeto de off-road foram testados o forte sistema 4x4 e o diferencial blocante traseiro (que equilibra o carro nos desníveis), que fazem a nova Ford Ranger cruzar todos os desníveis com tranquilidade. O segundo trecho do test drive foi pela rodovia Ruta Nacional 12, que corta a Argentina e chega ao Brasil, pelo Paraná, como BR-469. Nela, avançamos cerca de 40 quilómetros em direção à pequena e quente cidade de Puerto Liberdad, ainda em Missiones, local onde estava programada a chegada, na fazenda Puerto Bemberg. Nesse trajeto foi possível dar uma esticada, alcançar velocidades mais altas e testar alguns itens de série que a picape oferece, como, por exemplo, o sistema de permanência em faixa, que por meio de uma câmera instalada no para-brisa alerta o motorista se o carro está saindo da faixa. Além desse item, a nova Ranger também oferece alerta de colisão, piloto automático adaptativo e farol alto automático, entre outros. 
A chegada à fazenda Puerto Bemberg se deu de maneira tranquila e confortável. As pouco mais de 4 horas que passei em posse da Ranger, divididos entre off-road e on-road, foram muito tranquilas e agradáveis. O carro realmente mostrou que tem em seu DNA potência, torque, performance, conforto e tecnologia e por isso se torna uma picape muito fácil e tranquila de ser guiada, um carro que me proporcionou uma experiência muito agradável.Ficha técnica da Ford Ranger Limited ATMotor: 3.2L 20V TC I5 (Puma) DieselPotência: 200 cv a 3000 rpmTorque: 470 Nm a 1750 - 2500 rpmTransmissão: Automática de 6 velocidades + réCapacidade de Carga: 1009 kgDireção: ElétricaPreço: R$ 179.900,00
Avaliação: Bom Antes de pisar no acelerador para valer nesta história, gostaria de falar rapidamente sobre o Bruno Rodrigues motorista. Gosto de carros, como quase todos os homens, tenho carteira de habilitação há mais de 6 anos, dirijo carros “normais” na cidade e na estrada e – garanto – não faço barbeiragens dignas de lembrança. Quando o AreaH foi convidado para testar a nova Ford Ranger e eu fui o repórter escalado, não perdi a oportunidade – guiar uma picape imponente, robusta e com um motor de 200 cavalos de potência em uma trilha off-road pela primeira vez, para um motorista “normal” como eu, poderia ser uma grande aventura (e cheia de tensão também). Então, na última sexta, 8 de abril, em Puerto Iguazú, província de Missiones, Argentina, virei a chave da ignição para testar a nova Ford Ranger.
Meio nervoso, peguei o carro logo no inicio do trajeto, uma trilha recém- aberta, cheia de subidas, descidas, desníveis e áreas encharcadas onde eu pude experimentar todas as novas tecnologias da picape, surpreendentemente muito confortável e fácil de levar. A versão Limited, top de linha, com o motor 3.2 Duratorq de 200 cavalos e transmissão automática de 6 velocidades passou pelos obstáculos tranquilamente.
Um momento de grande emoção foi a primeira imersão que fiz com o carro, que consegue ultrapassar áreas alagadas de até 80 centímetros de altura. Seguindo a ordem dos guias que estavam espalhados por todo o percurso, entrei na poça de água com lama devagar, mantendo uma velocidade constante e sem pisar no freio, ultrapassando assim o lamaçal sem maiores problemas. Durante o trajeto de off-road foram testados o forte sistema 4x4 e o diferencial blocante traseiro (que equilibra o carro nos desníveis), que fazem a nova Ford Ranger cruzar todos os desníveis com tranquilidade. O segundo trecho do test drive foi pela rodovia Ruta Nacional 12, que corta a Argentina e chega ao Brasil, pelo Paraná, como BR-469. Nela, avançamos cerca de 40 quilómetros em direção à pequena e quente cidade de Puerto Liberdad, ainda em Missiones, local onde estava programada a chegada, na fazenda Puerto Bemberg. Nesse trajeto foi possível dar uma esticada, alcançar velocidades mais altas e testar alguns itens de série que a picape oferece, como, por exemplo, o sistema de permanência em faixa, que por meio de uma câmera instalada no para-brisa alerta o motorista se o carro está saindo da faixa. Além desse item, a nova Ranger também oferece alerta de colisão, piloto automático adaptativo e farol alto automático, entre outros. 
A chegada à fazenda Puerto Bemberg se deu de maneira tranquila e confortável. As pouco mais de 4 horas que passei em posse da Ranger, divididos entre off-road e on-road, foram muito tranquilas e agradáveis. O carro realmente mostrou que tem em seu DNA potência, torque, performance, conforto e tecnologia e por isso se torna uma picape muito fácil e tranquila de ser guiada, um carro que me proporcionou uma experiência muito agradável.Ficha técnica da Ford Ranger Limited ATMotor: 3.2L 20V TC I5 (Puma) DieselPotência: 200 cv a 3000 rpmTorque: 470 Nm a 1750 - 2500 rpmTransmissão: Automática de 6 velocidades + réCapacidade de Carga: 1009 kgDireção: ElétricaPreço: R$ 179.900,00
Avaliação: Bom 

Fonte: R7
Publicado em: 2016-04-13T19:22:19-03:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário