17 de mai de 2016

Shell busca fonte renovável de combustível

Shell busca fonte renovável de combustível

Conhecida por seus postos de combustível que fazem sucesso internacionalmente, a Shell apareceu com uma nova proposta ao mercado. Ela deseja criar uma fonte de combustível que seja renovável e que também possa ser utilizada em larga escala no mundo, buscando também diminuir as emissões de poluentes. A iniciativa chega em um momento em que cada vez mais marcas, montadoras e empresas tem buscado alternativas que gerem uma emissão menor de poluentes no planeta. Isso porque cada dia mais ficamos mais alarmados pela situação do planeta e pela rápida evolução do fenômeno de aquecimento global. E é buscando alternativas que sejam sustentáveis e que possibilitem que a raça humana possa viver no planeta por mais milhões de anos sem sofrer com impactos ambientais que sejam capazes de alterar completamente o mundo e a sociedade em que vivemos que as empresas têm trabalhado e se empenhado em pesquisas e no desenvolvimento de novas tecnologias.

Um combustível renovável

A cada dia que passa os combustíveis de origem fóssil têm se tornado cada vez mais obsoletos. E isso não é apenas por causa da alta emissão de poluentes pela qual eles são responsáveis, mas também por causa do esgotamento das fontes de petróleo, um fenômeno que está cada vez mais perto de acontecer. E é por isso que tem se tentado desenvolver alternativas de combustível que sejam renováveis e amigas do ambiente. A ideia da Shell é utilizar o ar para criar essa fonte renovável de combustível. A ideia da empresa consiste em uma tecnologia que seja capaz de retirar o dióxido de carbono presente no ar e incorporá-lo a uma molécula de hidrogênio que se origina no refinamento do diesel. Assim seria possível a produção de hidrocarbonetos, que nada mais são do que a base dos combustíveis que utilizamos hoje. Dessa forma, a tecnologia uniria duas vantagens: recuperar gases que seriam liberados na atmosfera e também o valor relativamente baixo de produção.

Segundo informações divulgadas pela empresa, o resultado dos primeiros testes indicou que esse novo combustível teria um valor de cerca de US$ 3 por litro, valor equivalente a cerca R$ 10,50 por litro. Porém, de acordo com a Shell, esse valor pode ser reduzido para cerca de US$ 1 caso o combustível passe a ser produzido em larga escala. O que acontece é que até o momento não foi realizado nenhum teste para essa produção do novo combustível em larga escala. O que resta agora é esperar por próximos testes e resultados que vão dizer se esse novo combustível mais saudável para o meio ambiente vai ser realmente viável.
Segundo informações divulgadas pela empresa, o resultado dos primeiros testes indicou que esse novo combustível teria um valor de cerca de US$ 3/litro

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Curiosidades
Publicado em: 17 May 2016 17:00:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário