11 de abr de 2016

Próxima geração do Honda Fit chegará em 2019

Próxima geração do Honda Fit chegará em 2019

Segundo informações que foram divulgadas por uma revista japonesa, o Honda Fit vai ganhar uma nova geração em 2019. O Fit é conhecido por ser o compacto de sucesso da Honda, montadora japonesa que faz grande sucesso no Brasil. O modelo foi recentemente renovado e passou por uma série de modificações principalmente visuais que mudaram completamente a cara do veículo, que era praticamente a mesma desde que ela havia sido lançado. E agora a próxima mudança está prevista para ser lançada nos próximos três anos. Ficou curioso para saber o que vai chegar de novo? Continue lendo e confira.

O que se espera da nova geração do Fit



Com um design recentemente renovado, o Fit já é um velho conhecido e querido do público. E segundo a publicação japonesa, as mudanças que o carro deve sofrer em sua nova geração não são tanto estéticas e o design atual continuará apenas com pequenas modificações. O esperado é que as grandes novidades fiquem por conta do novo peso, que deve ser reduzido em cerca de 30 kg, e pela nova motorização. Isso porque se espera que o Honda Fit nova geração chegue com uma opção com motor 1.0 turbo movido à gasolina. As mudanças na carroceria aparentemente vão ser pontuais e deve ficar concentrada na parte dianteira, que provavelmente vai ganhar os contornos que vêm sido adotados no design atual da marca, presentes no novo Civic 2016, por exemplo. Além disso, novos faróis devem ser adotados, que serão projetores, mas sem LEDs no mercado japonês. Mas apesar de todas as novidades – que em sua grande parte vão ser pontuais – a grande atração da nova geração deve ficar por conta do motor. A Honda está preparando um motor 1.0 turbo de três cilindros para o veículo. Movido a gasolina, é esperado que ele alcance até 130 cv e torque máximo por volta de 20 kgfm.

Outras versões também serão oferecidas, entre elas uma com motorização com propulsor turbodiesel e uma outra com motorização híbrida, que deve ser baseada no motor 1.5 iVTEC. Todas essas mudanças que estão vindo pela frente parecem ser uma maneira de a Honda se atualizar com o que tem acontecido de novo no mercado. Os principais exemplos disso são o surgimento de um motor de três cilindros 1.0, que tem sido a grande tendência do momento, adotada por praticamente todas as montadoras, e também uma versão híbrida para agradar aqueles que desejam ser ecologicamente corretos. Afinal de contas, a discussão sobre o impacto que os automóveis causam no ambiente e o surgimento de tecnologias automobilísticas sustentáveis nunca estiveram tão em alta quanto estão agora. O que resta agora é esperar para ver.
O esperado é que as grandes novidades fiquem por conta do novo peso, que deve ser reduzido em cerca de 30 kg, e pela nova motorização.

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Prévias
Publicado em: 11 Apr 2016 08:32:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário