15 de dez de 2015

Jeep convoca recall do Cherokee e Grand Cherokee

Jeep convoca recall do Cherokee e Grand Cherokee

No dia 11 de dezembro, a Fiat, responsável pela produção da Jeep, convocou um recall nos modelos Cherokee ano/modelo 2002 e 2003, e Grand Cherokee fabricados entre 2002 e 2004. O defeito apresentado foi uma falha no módulo de controle do airbag. A falha pode causar o acionamento errado da bolsa de ar e do pré-tensionador do cinto de segurança. Entre os possíveis danos estão ferimentos ao motorista e ao passageiro e também aumento dos riscos de acidente. O alerta foi emitido para um total de 609 unidades dos veículos. Vale ressaltar que apesar da convocação, a montadora ainda não possui peças disponíveis para o conserto gratuito. Segundo informações divulgadas, os proprietários dos modelos com defeito serão convocados novamente para uma espécie de 2ª fase da campanha assim que as peças necessárias estiverem disponíveis. As unidades afetadas com o problema técnico possuem numeração de chassis não sequencial entre 1J8GWE8242Y107582 e 1J8G2E8N74Y165193. Caso o proprietário deseje saber mais informações sobre o recall, deve entrar em contato com a montadora por meio da Central de Atendimento Jeep pelo telefone 0800 703 7150 ou consultar o site oficial da marca www.jeep.com.br.

Recalls realizados anteriormente



Não é a primeira vez que a Fiat divulga um recall para os Jeep. Ambos os modelos já foram contatados anteriormente por defeitos apresentados. Apenas em 2015 o Cherokee já foi convocado duas vezes. Em maio deste ano os veículos fabricados entre 2014 e 2015 apresentaram um problema também no airbag que apareciam em situação de inclinação. Cerca de 390 unidades foram chamadas para reparar o defeito. Ainda em setembro do mesmo ano mais de 670 unidades do Cherokee foram chamadas para um novo recall. Dessa vez o problema apresentado era elétrico e o carro apresentava possíveis curtos-circuitos. Com a Grand Cherokee o problema foi ainda maior. O veículo foi convocado para nada menos do que 7 recalls só em 2015. O primeiro foi realizado em janeiro, quando a concessionária convocou modelos produzidos em 2014 para a atualização do Módulo de Controle de Bordo que ganhou um novo software.

Em fevereiro, a Grand Cherokee foi chamada duas vezes. O primeiro foi um gigantesco recall que envolveu 3.280 veículos que foram chamados por um defeito que fazia com que o carro desligasse sozinho mesmo em movimento. A segunda chamada no mês foi para modelos 2014 que apresentavam falha na estabilidade e precisaram de uma atualização de software. Em maio, o carro foi convocado mais uma vez, agora por uma falha na bomba de combustível que poderia causar danos ao motor em veículos produzidos em 2011. O próximo recall foi convocado em junho por um problema causado no módulo do airbag semelhante ao que foi reportado no recall atual. A sexta convocação do Grand Cherokee foi em agosto e convocou cerca de 3.750 veículos fabricados entre 2008 e 2014, que apresentaram problemas na bomba de combustível. Por fim, o sétimo recall aconteceu em novembro e convocou por volta de 5.180 veículos que apresentaram problema na ignição.
A falha pode causar o acionamento errado da bolsa de ar e do pré-tensionador do cinto de segurança, trazendo perigo aos ocupantes.

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Recalls
Publicado em: 15 Dec 2015 17:14:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário