2 de dez de 2015

Fiat Uno terá carros com motor 3 cilindros em 2016

Fiat Uno terá carros com motor 3 cilindros em 2016

Para o próximo ano, a Fiat está preparando o lançamento do seu novo motor 1.0 3-cilindros com 6 válvulas, duas para cada um, para que haja maior economia de combustível. O 1.0 terá uma potência de mais ou menos 80cv e torque máximo de 10kgfm. A intenção é priorizar o motorista comum, que raramente passa dos 3500rpm no dia a dia. Também deve ser incluído ainda o 0.9 MultiAir, que visa a não perda de energia quando o ar é puxado com baixa pressão para dentro do motor. Ele usa suas muitas válvulas para otimizar a potência  e o consumo do carro, rendendo 10% mais. O novo Fiat Uno também virá com o sistema Start-Stop, que faz o carro desligar quando está parado no semáforo, bem como o religa ao acionar a embreagem. Esse recurso já está presente no atual Uno Evolution 1.4. O automóvel era para ter sido lançado já neste ano, mas acabou “atrasando” por conta do ritmo lento do mercado. Ele estará à venda em 2016.

Vantagens

Não é de ontem que os engenheiros já sabem que motores pequenos, com pouca capacidade cúbica, têm um melhor desempenho. Um cilindro a menos significa menos um pistão para criar pressão, menos uma biela criando atrito com o virabrequim e menos atrito vindo do abrir e fechar das válvulas. Além disso, a retirada de um cilindro implica na diminuição de material utilizado na hora de montar o motor, o que reduz o preço para o consumidor. Ele é mais curto, permitindo que haja menos gasto no emprego de material na construção do cabeçote e do bloco e um virabrequim menor, com melhor acomodação.

Por que não menos cilindros?

Se houvesse um motor com dois ou um cilindro, haveria uma diminuição ainda maior no atrito, mas seria necessário um volante pesado para compensar  a inércia do descompasso dele. E ainda trariam vibrações desagradáveis que seriam ocasionadas pelas explosões distantes, assim seriam precisos eixos contrarrotantes para suavizá-las. Isso levaria à perda de desempenho e a maiores custos, fazendo dos motores 1.0 com 3 cilindros a melhor escolha para os novos modelos que estão chegando ao mercado.

Os motores 1.0

O incentivo para que os motores 1.0 fossem produzidos no Brasil foi dado pelo presidente Fernando Henrique Collor. Ele reduziu o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e gerou uma corrida entre as montadoras de carros para produzi-los. Nos últimos 25 anos, desde que começou a ser produzido em solo nacional, esses motores ganharam novas tecnologias, como injeção eletrônica e sistema flex. No começo, eles tinham 4 cilindros, e agora passam a ter 3. A ideia de tirar um é para que haja o ganho de mais agilidade e eficiência, tornando esses motores mais potentes e econômicos que antes. Eles já fazendo sucesso no exterior, mas são novidade ainda aqui no Brasil. Apesar do Kia Picanto e do Hyundai HB20 já terem esse modelo desde 2011/2012, só começaram a produzi-los nacionalmente em 2014.
O novo Fiat Uno virá com o sistema Start-Stop, que faz o carro desligar quando está parado no semáforo, bem como o religa ao acionar a embreagem.

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Prévias
Publicado em: 02 Dec 2015 10:00:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário