26 de jul de 2016

Nissan projeta segunda geração do Juke

Nissan projeta segunda geração do Juke

Se existe um mercado no mundo que não decepciona no quesito novidade, esse mercado é o automobilístico. Isso porque ano após ano são lançados no mercado novos modelos, novas gerações, motores mais potentes, reestilizações e muitos outros. E a novidade da vez fica por conta da Nissan, que recentemente anunciou que a segunda geração do Juke, o crossover da marca, vai começar a ser produzido. Apesar de ter a sua vinda cogitada para o Brasil, o Juke nunca chegou a ser importado para cá de fato. Ele foi o automóvel da Nissan criado para concorrer com hatches premium, como o A1, da Audi, o DS3, da Citroën, e Mito, da Alpha Romeo. E é exatamente que você saiba mais sobre a novidade que nós reunimos aqui tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

A segunda geração do Nissan Juke

De acordo com uma entrevista do CEO da marca, Shiro Nakamura, o novo Juke vai chegar em sua segunda geração sendo construído sobre uma nova plataforma, que vai deixar a novidade mais leve, mais larga e também mais barato para se produzir. Com isso, o espaço para as pernas nos bancos de trás vai chegar maior na novidade. Mas uma das principais mudanças da nova geração do crossover vai estar sob o capô. Isso porque é esperado que a segunda geração do Juke chegue ao mercado com novos motores. O esperado é que eles sejam um 1.0 de três cilindros turbo – motor que tem feito cada vez mais sucesso entre todas as montadoras – e também um 1.5 diesel, além de um 1.6 turbo de quatro cilindros. Espera-se que o modelo top de linha do Juke chegue com 192 cavalos de potência. Mais ainda, uma versão híbrida do crossover ainda não foi descartada e poderá aparecer na nova geração. De acordo com o CEO da marca, as mudanças no interior também vão ser importantes e tão relevantes quanto as novidades sob o capô. Isso porque o Nissan Juke agora deve chegar com uma nova central multimídia com conectividade para Apple CarPlay e Android Auto.

O aguardado conceito da novidade deve ser apresentado pela primeira vez já nos próximos meses. Isso porque o veículo terá a sua produção iniciada já no primeiro semestre de 2017. Para os brasileiros que gostaram da novidade da Nissan, as notícias não são lá muito boas. Isso porque é difícil estimar se o crossover pequeno será importado para cá, tudo por causa do câmbio valorizado e também da atual volatilidade do mercado nacional. Apesar disso, o Juke poderia se dar bem em meio a atual bagunça que está o Brasil, basta observar o sucesso do Honda HR-V.
Apesar de ter a sua vinda cogitada para o Brasil, o Juke nunca chegou a ser importado para cá de fato.

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Prévias
Publicado em: 26 Jul 2016 14:03:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário