12 de jul de 2016

Light Rider: a primeira motocicleta impressa em 3D

Light Rider: a primeira motocicleta impressa em 3D

Uma das tecnologias que mais tem feito sucesso e mostrado resultados surpreendentes, com criações que tem tirado o fôlego da população em geral, é a impressora 3D, que é capaz de imprimir objetos a partir de uma foto. E a mais recente novidade vinda de impressoras 3D é uma motocicleta. Batizada de Light Rider, a novidade é nada menos do que a primeira moto a ser impressa em 3D. E é exatamente para que você saiba mais sobre esse lançamento surpreendente que reunimos aqui uma série de informações sobre ela. A novidade pode ser considerada uma prévia do que o futuro nos espera e chamou atenção, conseguindo impressionar o mundo todo. Ficou curioso para saber mais? Continue lendo e confira.

Sobre a Light Rider



Criada pela APWorks, uma subsidiária do grupo Airbus, a Light Rider foi a primeira motocicleta a ser completamente impressa em 3D. Lançada no início desse ano, teve apenas 50 exemplares produzidos, sendo que metade dessas motocicletas já foram vendidas. Com apenas 35 quilos, o grande diferencial da Light Rider é ser um terço mais leve do que outras motocicletas. Equipada com um motor elétrico, ela é capaz de alcançar até 80 km/h. Segundo informações divulgadas pela fabricante, a motocicleta foi criada a partir de um algoritmo que tornou possível que ela tivesse o menor peso possível para que fosse capaz de enfrentar adversidades comuns do dia a dia pelas ruas. Com uma aparência bastante peculiar, a Light Rider tem mais a cara de um exoesqueleto do que a de uma verdadeira máquina. Mas isso também tem um propósito. Isso porque a oca e complexa estrutura da motocicleta não é algo que poderia ter sido construído utilizando técnicas de produções convencionais, como a moagem ou a solda. Toda a Light Rider foi construída utilizando um sistema de impressão laser 3D que funciona por meio do derretimento de milhões de partículas de liga de alumínio juntas, formando milhares de finas camadas.

Para a construção da Light Sheer a APWorks utilizou um material exclusivo de criação própria. Batizado de Scalmalloy, ele nada mais é do que uma liga de alumínio que é bastante resistente à corrosão e que é praticamente tão forte quanto o titânio, tudo para conseguir formar uma motocicleta que fosse leve, mas extremamente resistente. A motocicleta é o primeiro passo para o que podemos enxergar como o começo do futuro das motocicletas. Afinal de contas, a impressão em 3D tem ganhado destaque nos mais diversos setores e algo que começou com a simples produção de bonecos, tem ganhado o mundo, produzindo agora coisas que nunca poderíamos imaginar serem possíveis de impressão, como uma motocicleta completa, que realmente funciona.
Para a construção da Light Sheer a APWorks utilizou um material exclusivo de criação própria, batizado de Scalmalloy.

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Motos
Publicado em: 12 Jul 2016 11:27:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário