17 de ago de 2016

Infiniti revela primeiro motor da história com taxa de compressão

Infiniti revela primeiro motor da história com taxa de compressão

O mundo automobilístico nunca decepciona no quesito novidades, apresentando todos os anos diversos lançamentos que encantam e deixam completamente loucos os apaixonados por carros. De novidades, mais simples até as mais tecnológicas, o mercado é sempre repleto de inovações. E a novidade da vez fica por conta da Infiniti, que na última segunda-feira (15) revelou ao mundo o primeiro motor com taxa de pressão variável de todo o mundo. E é exatamente para que você saiba mais sobre o lançamento da Infiniti é que nós reunimos aqui diversas informações sobre o assunto.

O primeiro motor com taxa de compressão variável do mundo



Os motores são um dos setores do mercado automobilístico que mais tem recebido novidades, investimento e inovações. Tudo por conta da necessidade cada vez maior de propulsores mais eficientes, mas que ao mesmo tempo sejam mais potentes e menos poluentes, tendo um consumo cada vez menor. Batizado de VC-T, sigla para Variable Compression-Turbocharged, o motor é o primeiro a ter uma taxa compressão variável em todo o mundo. Completamernte inédito, o novo propulsor desenvolvido pela Infitini vai ser apresentado pela primeira vez no Salão de Paris, sendo apresentado como uma grande atração. Antes mesmo de ser lançado, o novo motor da Infiniti já é considerado por diversos especialistas como um dos motores a combustão interna mais avançados que já foram criados no mundo. A novidade está sendo desenvolvida desde 1998 – sim, o motor está há 20 anos em processo de desenvolvimento – e vai ser lançada pela primeira vez no modelo GX80 já em 2018.

O propulsor vai chegar para ocupar o lugar do atual motor 3.5 litros V6 que hoje ocupa o GX80. O novo motor VC-T vai chegar como um 2.0 com turbocompressor, sendo capaz de render até 273 cv e um torque máximo impressionante de 39,8 kgfm. Colocando estes números em prática, a novidade da Infiniti vai se apresentar sendo 27% mais econômico do que um motor a gasolina tradicional, além de ser tão eficiente quanto um motor a diesel 2.0. Para conseguir tais feitos, o motor conta com uma série de inovações tecnológicas que levaram quase 20 anos para serem aperfeiçoadas. Dentre as tecnologias, o grande destaque fica por conta da capacidade que o motor tem de modificar a posição de seus pistões e de suas bielas, o que significa que o VC-T é capaz de ajustar, em tempo real, a proporção de deslocamento e também de compressão entre 8:1, para alto desempenho, e 14:1, para baixo desempenho. De quebra, a novidade se apresenta sendo mais leve e mais compacta do que um quatro cilindros comum.
Batizado de VC-T, sigla para Variable Compression-Turbocharged, o motor é o primeiro a ter uma taxa compressão variável em todo o mundo.

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Prévias
Publicado em: 16 Aug 2016 17:05:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário