17 de jun de 2016

Nissan aposta em carro elétrico movido a etanol

Nissan aposta em carro elétrico movido a etanol

Com o aumento da preocupação com o meio ambiente, não só com a poluição causada pela emissão dos gases de combustão emitidos pelos veículos, mas também com a extração do petróleo, que um dia vai acabar, as montadoras têm buscado investir em carros elétricos. Os modelos têm ganhado cada vez mais espaço na sociedade e estão começando a se popularizar. E a última montadora que divulgou que está buscando desenvolver um carro elétrico foi a Nissan, que apareceu com uma proposta bastante diferente e interessante para o mercado.

O possível elétrico da Nissan



Recentemente a Nissan anunciou que está trabalhando no desenvolvimento do projeto de um novo veículo bastante peculiar e interessante. Isso porque, segundo informações divulgadas pela montadora, a japonesa está buscando criar um carro que seja capaz de combinar etanol ao ar atmosférico, alimentando assim o motor dos carros elétricos. O projeto foi batizado de SOFC – sigla em inglês para Célula de Combustível de Óxido Sólido – e busca utilizar o etanol para a geração de eletricidade que será utilizada em motores elétricos. Segundo a Nissan, a base desse sistema bastante peculiar seria uma célula de combustível que conta com um tanque de etanol. Esse combustível líquido seria combinado com hidrogênio – que seria retirado do ar – sendo assim, capaz de gerar energia para alimentar o motor elétrico do veículo. Segundo a Nissan, a alternativa seria uma solução para os problemas que os carros movidos à célula de combustível – aqueles que são movidos a hidrogênio. Isso porque o método comum de geração de energia por célula de combustível acaba gerando muito CO2 como resultado do processo. Já utilizando o etanol ao invés de cilindros de gás hidrogênio, as emissões de dióxido de carbono seriam neutralizadas durante o cultivo da cana de açúcar, matéria prima para a produção do etanol.

Além disso, a fabricante apontou ainda mais vantagens sobre o método que vão além da questão ambiental. Segundo a Nissan, o método que utiliza etanol tem como ponto positivo não exigir a criação de uma rede de abastecimento de hidrogênio, o que tem sido um dos grandes impedimentos e uma das maiores dificuldades para a popularização dos veículos que são movidos a célula de combustível. Afinal de contas, etanol é facilmente encontrado em qualquer posto da cidade. Agora resta ver quando o projeto da Nissan vai começar a sair do papel e se ele realmente vai ser bem sucedido. Caso seja, a proposta vai significar uma mudança boa e grande nos veículos movidos a célula de combustível, sendo capaz de aumentar a popularização dos carros elétricos em detrimento dos comuns carros a combustão.
O projeto foi batizado de SOFC – sigla em inglês para Célula de Combustível de Óxido Sólido – e busca utilizar o etanol para a geração de eletricidade

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Prévias
Publicado em: 17 Jun 2016 10:42:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário