10 de fev de 2016

General Motors paga R$ 2,2 bilhões para vítimas de acidentes por falha na ignição

General Motors paga R$ 2,2 bilhões para vítimas de acidentes por falha na ignição






91% das vítimas aceitaram a indenização proposta pela fabricante Divulgação A General Motors (GM) divulgou nesta quinta-feira (10) o valor total do fundo criado para indenizar vítimas de acidentes causados por uma falha na ignição. A fabricante afirmou que pagará um total de US$ 594 milhões (R$ 2,23 bilhões) em compensações. O fundo foi estabelecido em 2014 depois que a GM reconheceu publicamente a existência do problema, que ficava no local onde é colocada a chave e fazia com que qualquer tipo de peso extra, além da chave em si (como um chaveiro grande), aliado a um grande tranco no carro (causado por colisões, por exemplo) podia fazer a chave mudar de posição, desligando o motor e os sistemas elétricos, e consequentemente, os airbags. Foram aprovadas 399 reivindicações por mortes ou lesões. Acompanhe a página de carros do R7 O prejuízo para a fabricante já chegou a US$ 2 bilhões (R$ 7,5 bi), incluindo um acordo de US$ 900 milhões (R$ 3,3 bi) com o departamento de Justiça dos Estados Unidos. A GM se comprometeu a pagar pelo R$ 3,5 milhões por vítimas fatais. De acordo com a agência Reuters, 91% das vítimas aceitaram a indenização proposta pela fabricante, entre elas todos os herdeiros de 124 mortos confirmados e 16 de 18 feridos de forma grave. Todas que aceitaram as indenizações se comprometeram a não continuar com processos na Justiça contra a GM. O fundo ainda afirmou que 74% das mortes tinham pelo menos uma irregularidade por parte de condutor, como velocidade acima do permitido, falta de cinto de segurança ou ingestão de álcool. Assine o R7 Play e veja a Record online!

Fonte: R7
Publicado em: 2015-12-10T11:10:48-02:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário