24 de nov de 2015

Aceleramos o Audi A3 sedan nacional; modelo estreia com motor 1.4 turbo flex a partir de R$ 99.990

Aceleramos o Audi A3 sedan nacional; modelo estreia com motor 1.4 turbo flex a partir de R$ 99.990

Novo A3 sedan inaugura linha de montagem da Audi dentro da fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais (PR) Divulgação/Audi Design da versão nacional é o mesmo do modelo importado Divulgação/Audi Plaquinha discreta na tampa traseira indica versão flex nacional Divulgação/Audi A Audi já comercializa no Brasil o A3 sedan nacional, produzido na fábrica da montadora dentro do complexo da Volkswagen, em São José dos Pinhais, no Paraná. O sedã compacto de luxo estreia o motor 1.4 TFSI flex, primeiro bicombustível da Audi, que recebeu ajustes e ganhou potência e torque — são 150 cv e 25,5 kgfm. O câmbio também também foi alterado, o que para alguns pode representar um "downgrade". Sai de cena a transmissão automatizada de dupla embreagem e sete marchas, entra a antiga Tiptronic automática sequencial de seis velocidades. Outra alteração feita no A3 sedan nacional está na suspensão. O conjunto multibraço presente nos modelos importados da Hungria foi substituído por um eixo rígido montado em subchassi, com molas helicoidais de curso mais longo e amortecedores montados separadamente. Segundo a engenharia da Audi, esta mudança proporcionará maior conforto de rodagem, especialmente quando houver passageiros no banco traseiro. Na prática, o novo conjunto permite melhor ajuste de altura por carga, e oferece maior robustez no dia-a-dia sobre asfalto ruim. Preços e versões O A3 sedan nacional chega nas mesmas versões Attraction (R$ 99.990) e Ambiente (109.990), porém com leve redução de preços — antes custavam R$ 101.190 e R$ 110.190. O modelo mais simples vem equipado com freios ABS e EBD, air bags frontais, laterais e para os joelhos do motorista, controle de estabilidade, faróis bi-xenon, lanternas iluminadas por LEDs, sensores de obstáculos traseiros, volante em couro, rodas de liga leve aro 16, sistema start/stop (desliga o motor em paradas curtas) e o rádio MMI com tela de 5,8 polegadas, Bluetooth e oito alto-falantes. Na versão Ambiente, adiciona-se rodas de 17 polegadas, sensores de chuva e de luz, e volante multifunção com paddle-shifts. Há ainda uma lista extensa de opcionais, oferecidos em pacotes. Alguns possuem elevada sofisticação, caso do Active Lane Assist, que monitora as marcações da pista e verifica se o veículo está dentro da faixa. Outro é o controle de cruzeiro adaptativo (ACC), que vem integrado ao Pre-Sense. O primeiro freia o carro sozinho se houver risco de colisão, e o segundo prepara o veículo para minimizar os efeitos de uma possível batida.

Interior mantém padrão de qualidade, com encaixes precisos Divulgação/Audi Ao volante Como dito no início, a engenharia da Audi fez adaptações importantes o A3 Sedan para produzi-lo em solo brasileiro. E tais ajustes mexeram de forma significativa em seu comportamento dinâmico. Quem conhece o modelo importado da Hungria, à venda por aqui desde o início de 2014, tinha como referência um dinamismo marcante proporcionado pela transmissão automatizada S-tronic, de dupla embreagem e sete marchas. Com o câmbio convencional Tiptronic, de seis velocidades e dotado de conversor de torque, perdeu-se aquela agilidade nas trocas. Em contrapartida, tem-se agora um motor razoavelmente mais poderoso e com nota A no Programa de Etiquetagem do Inmetro. Com a adaptação para o flex, o pequeno 1.4 TFSI ganhou comando variável de abertura das válvulas de admissão e escape (antes era só na admissão) e atingiu números de desempenho bem maiores. A potência saltou de 122 cv a 150 cv entre 4.500 e 5.500 giros, enquanto o torque subiu de 20,4 kgfm a 25,5 kgfm, livres desde 1.500 rotações. Por ter sistema de injeção direta de alta pressão, o motor dispensa a partida a frio. Ao volante, tem-se um poder de arranque sensivelmente maior, mas perde-se aquele dinamismo da dupla embreagem. Ao afundar pedal do acelerador, o câmbio Tiptronic sobe os giros até o limite de corte (aproximadamente 6.000 rpm) e faz as trocas de marcha em ritmo mais lento. Com o modo Sport acionado, as mudanças ganham velocidade, mas ainda sem paralelo com a caixa S-tronic e suas duas embreagens. De forma geral, o A3 Sedan com a transmissão automática passa a privilegiar o conforto e a suavidade, e abre mão da esportividade. Tal percepção também é confirmada pela suspensão traseira, agora com eixo rígido montado em subchassi. O conjunto anterior (independente multibraço) era caracterizado pela maior rigidez, e exaltava a esportividade, exatamente o oposto do que se tem na versão nacional. Esta novamente favorece o conforto e a robustez, com 2,5 cm a mais de altura e molas helicoidais mais progressivas e macias. Na prática, os ajustes adicionam conforto, especialmente aos passageiros do banco traseiro. Para o motorista, nota-se a altura mais elevada e o rodar mais suave. Ponto de vista Difícil julgar qual dos modelos é melhor. Por um lado, o A3 sedan importado da Hungria entregava um dinamismo contagiante. As trocas de marcha eram extremamente rápidas e tinha-se um comportamento mais esportivo. Já o modelo nacional prioriza confortável no dia a dia, ficou bem mais potente com o motor flex e oferece equipamentos ultramodernos antes indisponíveis, como o Lane Assist e o ACC. Sua suspensão, embora de formato mais simples, oferece maior conforto e dispensa gastos com alinhamento, por exemplo. É mais racional e robusta para o nosso asfalto. Para os usuários comuns, que vão de casa para o trabalho e do trabalho para casa, os ajustes podem tornar a jornada mais agradável. No trânsito das grandes cidades, a transmissão Tiptronic cumpre bem o seu papel, com trocas suaves que buscam manter um regime baixo de giros. E se o sedã estiver equipado com os opcionais, o motorista pode até deixar a eletrônica trabalhar por ele — o Lane Assist corrige a trajetória e o ACC mantém a distância do carro da frente e freia sozinho. É quase um refúgio para o estresse cotidiano.

Com a conversão para flex do motor 1.4 TFSI, aceleração de 0 a 100 km/h baixou de 9,3 segundos para 8,8 segundos Divulgação/Audi FICHA TÉCNICA
Audi A3 Sedan Ambiente 1.4 TFSI Flex A/T Motor: 1.4 litro, 16 válvulas, injeção direta, duplo comando variável, turbo, flex
Potência: 150 cv entre 4.500 e 5.500 rpm
Torque: 25,5 kgfm entre 1.500 e 4.000 rpm
Câmbio: Automático sequencial Tiptronic, seis marchas
Direção: Assistência elétrica progressiva; tração dianteira
Suspensão: Dianteira independente McPherson, traseira por eixo de torção montado em subchassi
Freios: Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira
Rodas e pneus: 205/55 R16
Dimensões: 4,45 metros (comprimento), 1,79 m (largura), 1,41 m (altura) e 2,64 m (entre-eixos)
Peso (ordem de marcha): 1.240 kg
Tanque de combustível: 50 litros
Capacidade do porta-malas: 425 litros
Garantia: 2 anos
Preço completo: R$ 154.490 DESEMPENHO
Aceleração 0-100 km/h: 8,8 segundos
Velocidade máxima: 215 km/h PRINCIPAIS OPCIONAIS Pacote MMI Plus — R$ 13.000
Incluí o rádio MMI Plus, com tela de 7 polegadas com mapas em 3D com pontos de interesse, DVD, botão touch e HD com 10GB Pacote Design — R$ 13.000
Incluí teto solar panorâmico, forração em couro nos bancos e kit porta-objetos com redes na cabine e no porta-malas Pacote Aassistance — R$ 10.000
Incluí controle de cruzeiro, câmera de ré e sensor de obstáculos dianteiro Pacote Assistance Plus — R$ 18.500
Agrega as principais tecnologias inseridas no A3 Sedan. São destaques o Active Lane Assist (uma câmera detecta as marcações na pista e verifica se o veículo está dentro da faixa, corrigindo o volante se necessário), e o Adaptive Cruise Control (adverte sobre risco de colisão a velocidades entre 30 km/h e 150 km/h, freio o carro sozinho se necessário e prepara os recursos de segurança, como os cintos de segurança e os bancos — inclinação, para efeito chicote, fecha os vidros e o teto solar, milésimos de segundo antes da batida para minimizar os danos). Há ainda chave presencial com partida por botão e assistentes de estacionamento e de farol alto Visite aqui a página de R7 Carros Assine o R7 Play e veja a programação da Record online!

Fonte: R7
Publicado em: 2015-11-12T16:31:00-02:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário