25 de abr de 2015

Qual é a melhor moto para a cidade?

Qual é a melhor moto para a cidade?




Qual é a melhor moto para a cidade?Tome nota de oito fatores importantes para escolher a moto mais adequada para andar nas cidades caóticasA mobilidade urbana é o maior problema das grandes cidades. A falta de transporte público de qualidade e o excesso de carros nas ruas fizeram da moto a melhor opção para driblar o caos. Mas, em meio a tantas ruas esburacadas e todas as adversidades que as grandes cidades trazem, quais critérios devemos levar em consideração na hora de comprar uma moto? Vamos a eles:
#1 PotênciaA potência da sua moto é um fator para se levar em consideração. Motos muito potentes podem se tornar um problema, contudo motos de 50, 100 ou até 125 cc podem ser ineficientes em vias expressas onde os veículos costumam rodar com uma velocidade máxima de até 90 km/h.
#2 TamanhoOutro fator a se levar em consideração nas grandes cidades é a visibilidade. Quanto maior a moto mais visível você se torna no trânsito, entretanto, se você exagerar no tamanho da moto ela poderá se tornar menos útil, principalmente para transitar entre os carros.
#3 PesoNo vai e vem das cidades é comum percorrer pequenas distâncias e estacionar a moto diversas vezes por dia, então uma moto muito grande e consequentemente pesada pode se tornar um problema para a rotina diária. 
#4 CalorAlgumas motos  não foram projetadas para rodar em baixa velocidade, então caso você opte por uma moto assim é bem provável que você frite a cada semáforo vermelho.
#5 Posição de pilotagemMotos como as famosas Harley Davidson nunca sairão de moda, contudo sua posição de pilotagem é pouco adequada para o trânsito. Outro fator que faz com que as motos custom não sejam as melhores opções para a cidade são as ruas mal pavimentadas, já que elas não costumam ter uma suspensão muito macia. 
#6 Praticidade Mau posicionamento das chaves de contato, cavalete lateral mau projetado, retrovisores largos e compartimentos complicados são alguns fatores que pedem atenção especial na hora da compra, uma moto que cria dificuldades para ações simples do dia a dia poderá fazer com que você perca um tempo desnecessário na execução de coisas simples.
#7 CargaÉ comum que no dia a dia nós carreguemos muita tralha, contudo uma mochila nas costas não é a melhor opção, por isso é bom ter atenção redobrado na hora da aquisição de uma moto, um baú bem projetado é uma mão na roda. 
#8 SegurançaNenhum fator é mais importante que a segurança, uma moto. Para uso urbano tem que contar com itens como freios ABS e pneus sem câmara. Na ausência de ABS vale optar por motos que contem pelo menos com uma frenagem combinada. Ao rodar na cidade você está mais exposto a acidentes do que na estrada, por isso vale conferir todos os itens de segurança.
A mobilidade urbana é o maior problema das grandes cidades. A falta de transporte público de qualidade e o excesso de carros nas ruas fizeram da moto a melhor opção para driblar o caos. Mas, em meio a tantas ruas esburacadas e todas as adversidades que as grandes cidades trazem, quais critérios devemos levar em consideração na hora de comprar uma moto? Vamos a eles:
#1 PotênciaA potência da sua moto é um fator para se levar em consideração. Motos muito potentes podem se tornar um problema, contudo motos de 50, 100 ou até 125 cc podem ser ineficientes em vias expressas onde os veículos costumam rodar com uma velocidade máxima de até 90 km/h.
#2 TamanhoOutro fator a se levar em consideração nas grandes cidades é a visibilidade. Quanto maior a moto mais visível você se torna no trânsito, entretanto, se você exagerar no tamanho da moto ela poderá se tornar menos útil, principalmente para transitar entre os carros.
#3 PesoNo vai e vem das cidades é comum percorrer pequenas distâncias e estacionar a moto diversas vezes por dia, então uma moto muito grande e consequentemente pesada pode se tornar um problema para a rotina diária. 
#4 Calor
Algumas motos  não foram projetadas para rodar em baixa velocidade, então caso você opte por uma moto assim é bem provável que você frite a cada semáforo vermelho.

#5 Posição de pilotagem
Motos como as famosas Harley Davidson nunca sairão de moda, contudo sua posição de pilotagem é pouco adequada para o trânsito. Outro fator que faz com que as motos custom não sejam as melhores opções para a cidade são as ruas mal pavimentadas, já que elas não costumam ter uma suspensão muito macia. 

#6 Praticidade 
Mau posicionamento das chaves de contato, cavalete lateral mau projetado, retrovisores largos e compartimentos complicados são alguns fatores que pedem atenção especial na hora da compra, uma moto que cria dificuldades para ações simples do dia a dia poderá fazer com que você perca um tempo desnecessário na execução de coisas simples.

#7 Carga
É comum que no dia a dia nós carreguemos muita tralha, contudo uma mochila nas costas não é a melhor opção, por isso é bom ter atenção redobrado na hora da aquisição de uma moto, um baú bem projetado é uma mão na roda. 

#8 Segurança
Nenhum fator é mais importante que a segurança, uma moto. Para uso urbano tem que contar com itens como freios ABS e pneus sem câmara. Na ausência de ABS vale optar por motos que contem pelo menos com uma frenagem combinada. Ao rodar na cidade você está mais exposto a acidentes do que na estrada, por isso vale conferir todos os itens de segurança.



Fonte: R7
Publicado em: 2015-02-13T19:12:44-02:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário