27 de jan de 2016

Brasil registra recorde de recalls em 2015

Brasil registra recorde de recalls em 2015

Os direitos à segurança e à informação são indispensáveis para os consumidores. Como descrito na lei de defesa do código do consumidor, um direito inalienável e totalmente gratuito que é oferecido ao consumidor é o de recall, que consiste na troca de qualquer produto, ou peça, caso ele ofereça risco à segurança. É importante ficar ciente que a existência do recall é um direito que não deve ser negado ao consumidor, e, portanto, precisa ser conhecido pelo mesmo. Caso haja dúvidas em relação ao procedimento do recall ou descumprimento da lei de defesa do consumidor, o PROCON deve ser acionado.

Brasil e o assustador número de recalls

No Brasil, o número de recalls vem aumentando consideravelmente desde 2003, e 2015 foi o ano de recordes. O crescimento no número de recalls pode ser observado em vários setores, mas o que mais apresenta recalls é o setor automobilístico. Só no ano de 2015, 89 procedimentos convocados foram registrados para carros, enquanto as motos registraram mais 23.  Segundo alguns especialistas, esse número consideravelmente alto provém das altas demandas de produção em massa dos automóveis, levando a atenção a ser direcionada apenas para a quantidade de carros produzidos, colocando o controle de qualidade de lado; isso coloca em risco direto a segurança do consumidor. A maioria dos erros de fábrica dos automóveis é identificada apenas quando eles estão em uso: cerca de 70%. Os outros 30% são erros que são identificados na hora da fabricação do veículo e podem ser reparados antes de chegar às ruas. A questão é que os erros mais comuns colocam a segurança do consumidor em risco, e por isso os recalls é tão importante.

O que fazer se a empresa ou a montadora identificar um erro?

Se algum erro for notificado pela montadora ou empresa responsável, com o objetivo de notificar os consumidores do risco do produto, e orientar a como corrigir o problema para que o consumidor possa ficar ciente e possa resolver. O recall precisa ser conhecido para que ele tenha consciência, e o recall deve ser inteiramente gratuito e precisa ser um direito do consumidor que não deve ser cobrado em nenhuma circunstância. É preciso lembrar que o erro quando identificado é necessário ser notificado para ser repassado para os consumidores, para que haja reparação imediata do erro. 
A crise não é apenas no setor de vendas, não. O número de recalls mostra que há crise de qualidade também.

Fonte: Salão do Carro
Categoria: Recalls
Publicado em: 26 Jan 2016 15:31:00

Nenhum comentário:

Postar um comentário